Resenha: A Menina que Roubava Livros







No natal de 2010, ganhei “A Menina que Roubava Livros” (Ed. Intrínseca, MARKUS ZUSAK) de meu cunhado. Considerando o título do romance, o enredo exaustivamente repisado de judeus perseguidos por nazistas, e aquele membro da família que havia me presenteado, desconfiei da qualidade literária do romance e deixei a obra adornando minha estante por quase 02 anos. 

Em meados de 2012, havia terminado de ler um livro e estava na ânsia de devorar outro. Quando procurei no meu acervo, só me restava a obra de Markus Zusak.

Para minha surpresa, o romance me prendeu logo nos primeiros capítulos, com a morte narrando em primeira pessoa como encontrou por três vezes a menina Liesel Meminger entre 1939 a 1943 na Alemanha nazista.

O grande destaque do romance é a sua voz narrativa. A morte, de maneira bastante amigável e humorada, dialoga com o leitor e com os personagens, sem que estes consigam escutá-la. A morte reclama até mesmo do excesso de trabalho durante a Segunda Guerra. À medida que avançamos a leitura, criamos intimidade com a morte e esquecemos do maior medo do ser humano. 

Devido ao sucesso editorial, “A Menina que Roubava Livros " será lançada no cinema com estréia prevista para 2014. Resta saber como será adaptada o livro para a linguagem do cinema. Caso não seja realçada a voz narrativa do romance, será apenas mais um filme de drama com judeus perseguidos e massacrados por alemães nazistas na Segunda Guerra.

Aos que não quiserem esperar pelo cinema, recomendo a leitura.

José Almeida Júnior  


11 comentários

  1. Estou lendo esse livro no momento. Já o conheço há bastante tempo, mas nunca quis ler porque puro preconceito mesmo, achava que era só mais um daqueles livros "modinha", e o livro tinha um aura de auto-ajuda, não sei haha. Depois que um amigo e um dos meus escritores favoritos falaram super bem do livro, eu resolvi tentar. Ainda estou no comecinho, mas acho que vou acabar gostando :)

    ResponderExcluir
  2. Já este livro e adorei. É super bom. Muito bem escrito, com uma historia muito emocionante, a forma de narração pela Morte foi muito criativa, e os sentimentos transmitidos nos personagens é muito rico. Vale apena ler.

    http://maio97.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá!Bom ainda não li este livro.Para falar a verdade ele não me chamou atenção para ele,então acabei nunca me interessante ler qualquer resenha sobre ele.
    Hoje assim por um acaso decidi ler a sua resenha,e me deu aquela vontadinha de ler,mas não muito,não sei o porque acho que este tipo de gênero não me agrade muito.Quem sabe eu leia este livro ainda este ano.Mas não garanto(hahahahahahaha).

    Parabéns pela resenha!

    Beijokas Ana Zuky

    sanguecomamor.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  4. Quero ler este livro a sei lá, uns 3 anos eu acho, pq todo mundo q eu conheço já leu e fala bem, maaaas nunca tive oportunidade de conseguir algum emprestado pq comprar está fora de cogitação ahushausa' Torcendo pra ganhar e lê-lo logo e não ser mais a única ser a não ter lido esse livro, e ainda preciso confessar q eu não sabia q se passava na segunda guerra oq me interessou agora mais ainda =O

    ResponderExcluir
  5. Estou louca para ler esse livro, porque não só vejo críticas muito boas sobre ele, como também resenhas ótimas. Acho que sua resenha me fez "babar" mas um pouco por ele, Estou torcendo para consegui-lo agora que tenho tanta certeza de que é bom! Enfim, parabéns pela resenha (:

    ResponderExcluir
  6. Eu já li este livro, e gostei demais.
    Que bom será lançado a versão dele no cinema.
    Porque eu conheço muitas pessoas que preferem a sala de cinema do que o livro.
    Eu, mesma prefiro o contrário, pois nem todas as situações vividas no livro são narrados no filme. Foi o caso do filme Crepúsculo, o qual o livro não bate com o filme.

    ResponderExcluir
  7. Boa está resneha ... gostei, vai ser a minha próxima leitura

    ResponderExcluir
  8. Quando me perguntão qual livro marcou minha vida, eu não penso duas vezes antes de responder, sem a menor duvida foi este.. A Menina que roubava livros me prendeu desde a primeira pagina, me grudando cada vez mas no livro a cada capitulo.. Uma Historia emocionante, mostrando a paixão pelos livro de uma menina que sobreviveu a um ataque. Perfeito, Amei..

    ResponderExcluir
  9. Sem dúvidas é melhor não esperar o cinema e ler 'A Menina que Roubava Livros' pois sempre nos decepcionamos com as adaptações literárias, com algumas pequenas exceções.

    http://www.blogdocelinoneto.com.br/

    ResponderExcluir
  10. Já me disseram que esse livro era chato. Não goste de julgar por ideias ou por influência, então ainda irei lê-lo para saber. :D

    ResponderExcluir